Free Web Hosting
Mar
13
Calendário de PNP do Studio Teia de Jogos: como vai funcionar?
Existe a possibilidade de você ter lido no nosso blog, ter visto em alguma das diversas comunidades do facebook ou ludopedia, ou ainda ter ouvido falar com os queridos do Meeple Maniacs que o nosso querido Studio está inovando para 2017 ao lançar um calendário de lançamentos, com o objetivo de trabalhar de forma mais profissional os nossos lançamentos em PNP.

Alem disso, vamos também falar e mostrar o que estamos pretendendo com o resto do processo (sim, existe um processo depois do lançamento do jogo em PNP, você nunca percebeu?).
Vamos falar mais desse processo, de como estamos querendo incluir os novos autores neste processo e quais são os caminhos que pretendemos seguir ao trabalharmos sempre com este tipo de parceria.

O que acontece agora?

Primeiramente queremos deixar claro que estamos muito felizes e agradecidos com o sucesso que a nossa convocação teve. Temos mais de 10 títulos para começara trabalhar e como muitos não tiveram tempo de preparar seus jogos, vamos estender o prazo até semana que vem, dia 20/03.
Já temos um ou dois jogos para serem lançados enquanto os padrinhos decidem qual será a ordem de lançamento dos jogos, além de estarmos com a outra ponta do processo já quase entrando em ação.
 Sim, o financiamento do Seguem Alterações do Cliente faz parte do processo, e os autores que mandarem seus jogos para a publicação em PNP podem ser convidados a terem seus jogos publicados no mesmo processo que usaremos no financiamento para o SAC (jogo bom já vem com a sigla de fábrica).
Temos outras ideias e estamos estudando outras maneiras de monetizar os jogos que serão publicados conosco, além de estarmos no processo de apadrinhar um novo Studio que pode começar a trabalhar de forma muito similar conosco!

Quais são as consequências de tudo isso?

Como vocês podem perceber, estes passos fazem com que a “brincadeira” tome ares muito mais sérios. Uma das primeiras coisas que nós percebemos que seria necessária, (graças a um dos autores que nos ajudam já) é modelos de contratos. Eles estão sendo pensados, dentro de um modelo diferente de mercado, que envolve muito mais o autor dentro do nosso esforço de publicar mais e mais jogos, de forma mais democrática, inclusive para atingir as lojas não especializadas, mas sempre dando um apoio importante para os nossos amigos lojistas especializados.
Estamos pensando e experimentando além dos limites do conhecido e do usual do mercado, por isso mesmo pedimos paciência de todos: dos clientes, dos autores, dos lojistas, pois fazer algo inédito pode trazer consequências ruins, mas a nossa principal arma será sempre a transparência
.
Obviamente, como a Mandala/Funbox e a Ace Studios demonstraram, nossos interesses não são só em jogos que nós poderíamos editar nós mesmos. Se você é uma pequena, média ou grande editora e quer um demo ou uma versão completa do seu jogo no nosso blog, basta entrar em contrato e nós pensaremos em uma campanha conjunta!

Não se esqueça, mande seus jogos para studioteiadejogos@gmail.com ou venha conversar comigo para vermos no que podemos nos ajudar!
Nov
30
Uma nova visão do que é o Studio Teia de Jogos


Este é um post para anunciar que finalmente as nossas reformulações terminaram, pelo menos aquelas que nos impediam de fazer aquilo que gostamos tanto: gerar conteúdo e manter esse contato maravilhoso que temos com vocês, nossos amigos.

O Studio Teia de Jogos precisou de um pouco mais de um mês para reencontrar algumas das suas raízes e descobrir novos objetivos, motivos pelos quais andamos bem ausentes de muitas das discussões ocorrendo dentro do mercado nacional. Agora, depois dessa pausa, estamos voltando com tudo, com novas ideias e uma noção muito mais clara do que somos e do que queremos dentro do mercado nacional.

Uma das questões que queremos reforçar aqui é o nosso compromisso com a democratização dos jogos e tabuleiro, o que significa que continuaremos com PNPs gratuitos, oferecendo constantemente a possibilidade de pessoas descobrirem o amor pelos tabuleiros pagando muito menos do que pagariam em um jogo oficial de editora.
Além disso, temos nossos planos com lançamentos de versões físicas de jogos nossos, como o Seguem Alterações do Cliente, que vem sendo citado como um dos nossos melhores jogos até o momento, juntamente com novas atuações dentro do mercado, como as parcerias com autores de forma a produzir coproduções do Studio, como o caso do Crop Rotation, que é uma co-produção nossa com o Eduardo Guerra. 
Além disso, definimos melhor as nossas prioridades em game design, que vão um pouco além do que vinha sido dita até então.
Que prioridades são essas?
Definimos nosso papel dentro do mercado de boardgames, pois desejamos ser uma empresa mais especializada do que a maioria vista até aqui. Nossa intenção é focar especialmente, quando falamos em produção física, de jogos baratos, que sejam um desafio mais geral e não tão focados para os avançados do hobby (ou seja, estamos falando de gateways).

Além disso, nossa intenção é também sempre usar o minimalismo e a quantidade diminuída de peças dos nossos jogos para trabalhar sempre com valores o mais interessantes possível, inclusive para facilitar a entrada de outras pessoas no hobby, e mostrar a todos, assim como mostramos com os nossos PNPs, que existem outras formas de atuar dentro do mercado, de maneira que acreditamos ser mais condizente com o mercado nacional.
Além disso, anunciaremos em breve uma novidade em relação às nossas participações em eventos e similares, onde convidaremos diversas pessoas a começarem uma nova forma de dizer ao mundo o que são os jogos de tabuleiro modernos.
Oct
13
Seguem Alterações do Cliente no financiamento coletivo: o que isso significa?
O Seguem Alterações do Cliente está em pré Campanha para nossa primeira tentativa de financiamento coletivo de produto, providencialmente no mesmo mês em que começamos, há um ano, o nosso financiamento no Padrim. (Relembre nossos objetivos, que se mantém os mesmos, aqui )
Não vou ser hipócrita e dizer que não foi de caso pensando. Foi sim. Precisamos celebrar nosso sucesso no passo anterior dando mais um passo em busca do nosso objetivo final, que é mostrar que um Studio pode crescer com base no PNP, que tem sido a nossa proposta desde a fundação do Studio. Sem falsa modéstia, acredito sinceramente que estamos chegando a algum lugar.
Hoje, ao invés de falar do jogo em si, vamos falar sobre o que pretendemos da nossa campanha e, mais do que isso, explicar os motivos dela ser um pouco diferente de outras campanhas que estamos acostumados a ver.

Qual a importância do sucesso desse financiamento?

O financiamento coletivo do Seguem Alterações do Cliente vai ser mais do que a nossa primeira iniciativa de criação de um produto mais tradicional para o mercado. Ele é mais um estágio dentro do que queremos como Studio, e como sempre acontece, esses pontos acabam se tornando divisores de águas dentro do nosso trabalho.
Da mesma forma que as parcerias com O Pitta’s Boardgame, com a Ludeka, a abertura do Padrim, a fusão com a Minimalogic e a decisão de buscar novos autores para divulgar dentro do nosso blog, essa iniciativa apenas demonstra que nosso trabalho está valendo à pena e ter ido contra o status quo em busca do nosso estilo pessoal, sem nunca desviar um milímetro que seja da nossa missão principal: evidenciar o PNP como uma forma de publicar seus jogos e de fazer com que o nosso Hobby seja mais democrático, dando chances para pessoas que não tem condições de comprar os jogos da forma tradicional.
Da mesma forma que nessas outras ocasiões, vamos ser fiéis aos nossos princípios e evidenciar aquilo que temos de melhor, sem nos levar por receitas prontas que não atendem os nossos objetivos simplesmente porque “todo mundo faz”. Não somos todo mundo e em algumas questões nós temos convicções firmes.
Faremos uma campanha sem metas estendidas e sem brindes grátis: sabemos que é cultural dentro do nosso mercado esse tipo de benefício exclusivo para o financiamento coletivo, mas acreditamos que esse tipo de coisa deforma uma informação extremamente importante que você consegue ao fazer o financiamento coletivo do seu jogo: o nível de aceitação dele frente ao mercado. Se eu estou tentando validar um produto frente ao mercado, qual o sentido de colocar algo que não venderei nunca mais para estimular essa venda? Pelo menos até o presente momento esse é o nosso posicionamento a respeito, e qualquer produto produzido a guisa de brinde dentro de uma campanha nossa será cobrado à parte, simplesmente para não inflacionar o valor do jogo. Você vai pagar pelo jogo e somente por ele.
Não vamos tirar o PNP do ar enquanto a campanha estiver acontecendo, e nem depois: Como já dissemos algumas vezes, nosso foco principal é a criação de jogos em formato PNP. O jogo em formato físico está sendo criado para quem não quer cortar as próprias cartas e será feito com o máximo carinho e cuidado pela nossa parceira Ludens Spirit, mas não existe nenhum conteúdo adicional exclusivo no jogo que vai sair pelo financiamento que não esteja disponível no PNP. Se eventualmente tivermos alguma ideia de cartas adicionais ou algo assim, elas serão acrescentadas PRIMEIRO no PNP. Sim, o PNP é nosso foco principal, inclusive em respeito aos nossos padrinhos, que contribuem mensalmente para que assim seja.
Tentaremos aumentar a quantidade de padrinhos enquanto estamos em campanha: mais do que simplesmente financiar uma versão física do jogo, nossa ideia é chamar ainda mais atenção, fazer mais barulho e fazer com que a nossa proposta, nossos jogos, os jogos dos nossos amigos e os nomes dos nossos parceiros sejam evidenciados no processo. Por isso mesmo o único brinde, que será opcional e que todos que participarem da campanha terão direito é a participação no grupo exclusivo dos padrinhos como “padrinho demonstração” por um mês. A ideia é aumentar a quantidade de padrinhos para começarmos a fazer nossos outros projetos também, e trazer ainda mais coisas para você! (veja as metas atuais aqui https://www.padrim.com.br/teiadejogos).
Bem… Essas são as principais diferenças, que já estamos afirmando antes mesmo da Campanha começar. Queremos saber de vocês o que acham.

Sep
30
O aumento do interesse no PNP e o “lançamento de jogos de verdade”
para o nosso truque de hoje vamos precisar de… VOCÊ!

Vocês devem ter reparado que este mês e o passado nós tivemos uma diminuição considerável de postagens aqui, no facebook e na Ludopedia. Isso aconteceu não porque estamos desanimados ou porque estamos desistindo de nossos objetivos, pelo contrário, porque estamos com muito trabalho nos bastidores. Trabalho que vai começar a se descortinar para vocês neste novo mês que está entrando.
Ao invés de ficar falando do que vamos fazer (a maioria dos nossos planos já está sendo discutida com os padrinhos e parceiros. Fica a dica), vamos comentar algo que vem acontecendo e que nos deixa extremamente felizes e ainda mais cientes da nossa responsabilidade com o que construímos e que vamos construir ainda mais.

O aumento no interesse no PNP

Sim, ele está acontecendo. Felizmente o mercado nacional vem descobrindo que o PNP pode ser uma ideia interessante. Mais do que isso, os desenvolvedores estão descobrindo que a nossa fórmula de mostrar os jogos antes mesmo de começar a falar de um financiamento coletivo pode alavancar positivamente um futuro lançamento.
Os temores de que as “ideias sejam roubadas” e outras situações contra as quais viemos lutando nesse ano e meio de existência do nosso Studio estão caindo e estamos sendo procurados por alguns autores interessados em lançar seus jogos em nosso blog.
Isso, além de nos deixar profundamente felizes e orgulhosos, aumenta ainda mais a nossa determinação de avançar ainda mais em nosso objetivo de popularizar ainda mais os jogos, oferecendo opções mais acessíveis de jogos de tabuleiro.
Nos último mês nos aventuramos para além das fronteiras de nossos eventos mais tradicionais, indo até São Jose dos Campos (onde fizemos muitos amigos e com certeza retornaremos com certa frequência) e Itatiba (que nos recebeu maravilhosamente bem). Admito que faltem fotos, mas tem momentos que são tão bons que a gente esquece-se de tirar foto.
Tudo isso em prol do objetivo final: tornar o PNP uma alternativa lucrativa para quem produz (Neil Gaiman já dizia “Quero que todos tenham sua dose de meus quadrinhos por meios mais legítimos e que isso eventualmente pague meu jantar”) e cada vez mais interessante para quem consome.

“Quando vocês vão lançar o jogo de verdade?”

Sim. Eu já ouvi isso das pessoas, nos eventos, depois de demonstrar o Machina ou o Seguem Alterações. E elas não dizem por mal. Elas simplesmente acreditam que o PNP não é um “lançamento de verdade”. Que nós estamos apenas preparando o produto para um lançamento oficial, o verdadeiro, em um financiamento coletivo ou por meio de uma editora já estabelecida no mercado.
Nós acreditamos sinceramente que a disponibilização dos arquivos de um jogo para que as pessoas possam imprimir em casa é um lançamento sim. Inclusive eu tive diversas discussões com o Jonatas sobre o quão maduro um jogo precisa estar antes de ser lançado no blog. Em muitos aspectos ele está certo, e eu mudei algumas das minhas opiniões depois de pensar no que aprendemos com nossos primeiros jogos. Mais que isso, acredito que uma das minhas maiores esperanças, a de fazer do Studio Teia de jogos um precedente para que desenvolvedores pensem em novas formas de apresentar seus jogos para o público.
Aí entram alguns detalhes importantíssimos, nos quais nós vamos precisar demais da sua ajuda. Sim, você que está lendo esse texto!
A Ludeka tem sido uma parceira inestimável para o Studio, e a gente vem fazendo de um tudo para “ajuda-los a nos ajudar”. Afinal de contas, eles são uma empresa e vem dando um apoio inestimável para o nosso Studio, assim como o Pitta’s boardgames, que sempre abre espaço e apoia todas as nossas insanidades (vamos falar mais dos outros parceiros em futuras oportunidades). Só que o retorno não está sendo o que nós queremos oferecer para eles, em retorno de vendas dos kits, em procura por esses produtos que nós estamos ajudando a criar.
A questão não é vir aqui e “pedir para que você compre”. Isso a gente já faz em todas as nossas postagens. 
Queremos é entender exatamente porque os nossos kits não vendem tanto quanto queremos. Já que o 
interesse cresceu, como falamos lá em cima, porque as vendas não? Falta alguma coisa no que está sendo oferecido? Você quer a parte impressa junto com as peças? Ou você simplesmente não quer ter o trabalho de recortar e montar o jogo?
Deixe a gente saber o que você quer, talvez a gente mude o nosso jeito de trabalhar graças à sua opinião, pois isso sempre fez parte da nossa filosofia de trabalho.

  
Jul
01
Cartas a Vapor e Karts: porque falar dos parceiros é bom demais!
Mais um dia, abrindo caminho pelo mundo do game design! 

Uma das coisas mais importantes sobre o nosso Studio é que não queremos crescer sozinhos. Por isso mesmo hoje é dia de falar não de um, mas de dois excelentes projetos de amigos que eu tive o enorme prazer de conhecer no Lab. Jogos!

Cartas a Vapor: um processo dos mais interessantes de criação de jogos!


Aproveite para conhecê-lo!
O pessoal da Potato Cat eu acabei conhecendo por meio de uma das mesas redondas de desenvolvedores que a gente desenvolveu no Lab. Jogos. Acontece que exatamente por isso eu acabei tendo acesso à história da criação do jogo, que eu vou deixar que eles contem, quando eles acharem apropriado (dica: tem um trecho bom dela em uma das nossas gravações de mesa redonda).

Por isso eu digo, sem medo de errar, que o Cartas a Vapor é um excelente jogo. Baseado em dinâmicas simples e mecânicas que, pessoalmente, não são as minhas favoritas, ele consegue ser um jogo elegante, divertido e, mais do que qualquer coisa, muito acessível, podendo ser um gateway para muitas pessoas que não conhecem o nosso mundo de jogos ainda.

Baseado nas histórias de Enéias Tavares, o jogo divide os jogadores em times, com objetivos diferentes, tudo relacionado com as histórias, mas mesmo você que não conhece os livros (eu ainda não tive esse prazer e amei a partida!). Um dos detalhes que eu achei mais fascinante é que ele lembra, em alguns aspectos, jogos de baralho tradicionais, graças à aplicação diversificada de set collection que ele usa.

Em suma, um jogo para quem ama Steampunk, para quem gosta de jogos com um lore muito forte, mas que são mecanicamente simples, sem serem simplistas, como um relógio bem pensado, que é feto de peças teoricamente simples, mas que são capazes de fazer algo fantástico em conjunto.

Karts: taca-lhe pau nesse financiamento!

O Hendric foi um dos primeiros a jogar o Machina e, sinceramente, eu tentei me associar a ele antes de criar o Teia de Jogos (infelizmente não rolou). Além disso, esse rapaz ainda é o ilustrador do Os Campos do Caos e agora está chegando com tudo com seu projeto solo: Karts!

Sim, o Karts que está no Print and Play do Blog. Ele mesmo. Perceberam que ele permaneceu lá? O Hendric concorda que não é o PNP que vai atrapalhar um projeto de ser financiado e, por isso, manteve os arquivos aqui no nosso blog e na fanpage dele.

O jogo em si é muito interessante, já que você tem de saber usar seu combustível e seus cristais de forma a conseguir o primeiro lugar, usando todos os truques sujos que você tiver à disposição! Com diversos pilotos disponíveis, cada um com sua habilidade específica, você pode se tornar o especialista em um único ou ir experimentando.

Você pensa que acabou? É nada! Você ainda tem de lidar com os eventos, que são distribuídos a cada cristais gastos (que variam de acordo com a quantidade de corredores) e mudam todo o jogo, mesmo que por pouco tempo.

Se você quer um jogo tático, com um toque divertido de take that e uma série de variantes que precisam ser analisadas antes de decidir sua ação, você tem um excelente jogo aqui!

Podem esperar, pois semana que vem vamos ter muito mais novidades para vocês!

Jun
21
O Silêncio que precede às novidades!

Vocês devem ter percebido que andamos escrevendo menos no blog… e ao contrário do que pode parecer, não é por falta de assunto! É quase o contrário: temos feito tanto que quase não sobra tempo para vir aqui e contar para vocês!

A parte mais complicada é que algumas novidades ainda nem podem ser comentadas, mas é parte do nosso processo, parte do tipo de trabalho que estamos querendo fazer e do estilo que sempre fez com que o Studio Teia de Jogos fosse capaz de se reinventar sempre que necessário.

Afinal, o que está acontecendo?

Com o lançamento do Machina: Simulacro de Guerra existe algumas coisas que estão tomando muito nosso tempo, que incluem algumas novidades que estamos organizando com a Ludeka, nossa parceira. Outras questões são a reformulação do nosso Padrim e a escolha dos nossos próximos projetos de jogos, que está ocorrendo secretamente no nosso Padrim agora mesmo!

Outro detalhe que estamos reformulando é exatamente os benefícios dos padrinhos, pois percebemos que existe um poder e uma confiança muito maior nestas pessoas que decidiriam nos dar um apoio mais próximo. Sim, nossos padrinhos estão recebendo mais regalias e terão acesso a produtos ainda em desenvolvimento.

Estamos estudando e estruturando outras parcerias, que vão oferecer mais opções para o Studio e ajudar a usar os nossos jogos dentro de outras questões e ambientes. Sim, a reformulação está enorme. E ainda temos umas pequenas erratas em alguns jogos para liberar (sim, isso inclui o Machina).

Às coisas vão voltar o ritmo de antes?

Para algo extremamente parecido, mas com diferenças fundamentais, já que os nossos padrinhos estão nos ajudando a definir novos assuntos que serão abordados aqui no blog, fazendo com que ele se torne menos um “diário do Studio” e mais um veículo sobre o mercado de PNP e novidades das quais não vamos falar oficialmente (ainda).

Assim que as novas metas forem fixadas, os projetos estiverem definidos e outros detalhes sobre o nosso trabalho puderem ser, finalmente revelados, teremos sim velho ritmo de jogos, conteúdo e diversão para vocês.

Reforçando sempre que todos os interessados em nos ajudar a crescer ainda mais podem se tornar padrinhos (SE TORNE UM PADRINHO AQUI) e que todo o feedback é mais do que bem vindo. Agradecemos também a todos os que nos convidam para os eventos que estão acontecendo!

Jun
01
Hoje é nosso aniversário e nós vamos pedir um presente

Sim. Hoje é o dia do aniversário do Teia de Jogos, o blog que era um projeto e hoje é um Studio de jogos PNP, e que, se depender de todos os nossos padrinhos, parceiros e amigos, vai ainda mais longe.

Um pequenos spoiler de como está ficando o manual!

Infelizmente temos de pedir uma coisa que não queríamos pedir na data de hoje: mais tempo.

Infelizmente o Machina: Simulacro de Guerra, não vai sair hoje. Não foi possível, devido às alterações no manual e uma última ilustração, especialmente trabalhosa que precisamos fazer para uma das cartas de tecnologia. Nosso novo prazo é, no máximo, até 10/06.

Pelo que observamos no jogo finalizado, ele com certeza vai valer à pena. De qualquer forma, pedimos sinceras desculpas e estamos nos esforçando para melhorar ainda mais os nossos serviços a vocês, que gostam e acompanham nosso trabalho.

Bem… Nem só de desculpas será feito esse post. Falaremos de algumas coisas que andamos fazendo e umas coisas que estamos fazendo e planejando.

Esse é o melhor momento para apadrinhar o Studio Teia de Jogos

Isso porque a gente vem se ficando em desenvolver um estilo diferenciado de trabalho, que chegou a sua primeira conclusão nesse mês. Os brindes terão um upgrade, e teremos algumas novidades secretas que somente os padrinhos terão acesso. Depois da decisão deles, nós abriremos umas pesquisas entre as diretrizes que os padrinhos nos darão a respeito de conteúdo, os próximos jogos a serem produzidos e ainda mais outras vantagens, que só entrando para saber!

Nem precisamos apresentar de novo, né? 
Outra parte importante desse apoio no momento em que estamos é nos ajudar a traçar as novas metas do Padrim, baseado em questões que queremos perguntar para as pessoas, mas primeiro para os padrinhos.
A arte de pedir ou de perguntar?

“The Art of Asking”, o título original do livro da Amanda Palmer que sempre foi uma das nossas mais fortes inspirações, pode ser traduzido como “A Arte de Pedir” ou a “Arte de Perguntar”. Seguindo por este preceito, decidimos deixar bem claro que queremos ouvir as sugestões de vocês, e logo mais faremos uma grande pesquisa entre os jogadores de boardgame que estiverem dispostos a nos ajudarem com suas opiniões sobre o que estamos fazendo e como isso pode ficar ainda mais interessante.

Não percam a chance de opinar e se envolver ainda mais com os nossos trabalhos. Seja apadrinhando ou apenas baixando os jogos ou ainda respondendo nossas pesquisas. Se ficou com dúvida, perguntar não ofende!

Apr
16
Começando a organizar um aniversário
Sim! O aniversário do nosso querido Blog está chegando!
tá ficando velha, hein, dona aranha?

Para isso a gente está organizando um monte de novidades para vocês entre esse mês e o mês que vem. Quarta feira a gente anunciou a linha fantástica de componentes que a Ludeka desenvolveu para fazer dos PNPs algo ainda mais fantástico (não viu, confere aqui! www.ludeka.com.br/PRINT-PLAY) e ainda mais novidades serão anunciadas assim que a gente conseguir terminar as negociações.
Um detalhe é bem válido de comentar. O próximo Lab Jogos terá o primeiro Campeonato de Campos do Caos, que tem diversos motivos para acontecer, fora o aniversário do blog que originou o nosso Studio.
Vamos falar além das nossas ideias para o Campos Do Caos, também de algumas questões importantes sobre o Segue Alterações do Cliente, percebidas nos playtests do último Lab jogos.

Por que um Campeonato do Campos do Caos?

Existem vários motivos para a gente fazer um Campeonato de Campos do Caos, o primeiro e mais importante deles é porque adoramos o jogo! Sim, pode parecer engraçado, e de brincadeira eu digo algumas vezes que estou meio de “saco cheio” de jogar os nossos jogos, mas a verdade é que, desde sua primeira ideia, o Campos do Caos tem sido um jogo super divertido , estratégico em suas ações limitadas e ainda muito interessante por ter um elemento de take that, que geralmente é limitado à party games.
 Além disso, por ter sido o nosso jogo que precedeu ao lançamento dos jogos de outros autores aqui no blog, nós sentimos que talvez ele não tenha sido devidamente explorado em postagens e similares. Além disso, algumas questões menores foram resolvidas a respeito dele, o que nos dá abertura para voos mais ousados em relação ao projeto.
no primeiro protótipo, os mapas eram 12X12
Nós queremos aumentar a visualização do jogo, que ele jogado por mais pessoas ao mesmo tempo em todo o Brasil e tudo isso em busca de qualquer erro que tenha passado nos nossos playtests (que foram alguns, mas nem de longe o ideal) para então oferecer uma versão mais completa do jogo, e quem sabe, até uma versão comercial dele, com mais variações de jogo e algumas outras sugestões que vem sendo feitas, como poderes desiguais para os coletores.
Encarem esse campeonato como também um teste de campo para verificarmos a viabilização do lançamento do jogo de forma comercial. Para isso vamos ouvir vocês, que estiver jogando o Campos do Caos ao redor do Brasil.
Inclusive, se você quiser conhecer, vai ter Campos do Caos no Dungeon Capixaba, com o nosso querido desenvolvedor Jonatas Bermudes, que também estará fazendo um campeonato do Versus!
Para você que ficou curioso, baixe o jogo na nossa parte de downloads.
Versão Do Jonatas Bermudes, com o kit da Ludeka

Versão do amigo Fernando Manoel, com alguns componentes da Ludeka
As Variações das Alterações
Uma das primeiras conclusões sobre o Segue Alterações do cliente dos playtests feitos é que é um jogo diferente, desafiador e, ao mesmo tempo, livre para muitas variações. Vamos estudar algumas para serem colocadas como “oficiais” no manual, e adivinha de quem vamos pedir ajuda?
Sim! De vocês, que tiverem a chance de jogá-lo em sua parte de pré-lançamento!
Para você quenão viu…
Vamos avisar com alguma antecedência os playtests, com vagas limitadas, nos eventos e eventualmente no Pitta’s, a loja que sempre abrigou os playtests do teia de Jogos.

Continue ligado e saiba mais sobre as nossas novidades! E se você quer saber de tudo sobre o Teia de jogos, entre no Boteco e fique sabendo em primeira mão!
Apr
14
As parcerias certas mudam tudo
Kit do Campos do Caos!!
Algumas coisas estão em destaque na nossa semana no Teia de Jogos. Uma delas são as nossas parcerias, que sinceramente, arrebentam em tudo que fazem! Os nossos padrinhos, que tem sido vitais para o nosso sucesso, e hoje temos uma excelente notícia vinda de um de nossos parceiros.
A Ludeka, melhor fornecedora de game bits do Brasil, criou kits fantásticos de sugestões de peças para os PNPs que estamos disponibilizando no nosso blog, e que estarão linkados, a guisa de sugestão, no nosso blog.
Enquanto os links não chegam a todos os jogos, você pode ir conferindo aqui (essa madrugada faremos uma série de pequenas mudanças no site, que talvez tenha até um joguinho a mais para vocês.) você pode ir conferindo a linha completa NO LINK AQUI.
Nem todos os jogos ganharam kits ainda, porque alguns deles ainda estão em construção, com peças especiais que a Ludeka está negociando com seus fornecedores, tudo para que os seus PNPs tenham mais a aparência de um jogo de editora.
Recomendamos a todos os nossos amigos que montam PNPs e também aos designers amigos nossos as peças da Ludeka, para protótipos e para produtos finais. Os valores são excelentes e ele ainda tem mais vantagens em diversos setores interessantíssimos para você game designer. Entre em contato com eles no site da empresa!

Por que essa e outras parcerias são fundamentais?

Primeiro porque elas reforçam a nossa filosofia de agregamento e fazem com que tenhamos mais capacidade de criar do que teríamos sozinhos. Além disso, porque reforçam algo muito mais importante do que dinheiro, peças ou a facilidade de alcançar mais pessoas por meio de uma rede de contatos: porque essas parcerias demonstram que a nossa visão de mercado está mais próxima de se tornar real. Cada pessoa que pega um folheto nosso, cada numero nos nossos posts é um passo discreto, mas concreto, nessa jornada nossa de conseguir fazer do PNP uma forma legítima de desenvolvedores lançarem seus produtos e de um mercado paralelo nascer.
A parte mais interessante disso é que nós queremos “concorrência!” Sim! Você aí game designer que decidiu que seu produto não vai entrar no Teia de Jogos mas fica morrendo de vontade de começar seu próprios Studio de PNP e não sabe por onde começar, vem falar com a gente! Não vamos cobrar e nem te fazer assinar nada, passamos toda a nossa visão do que acreditamos que fez o Teia dar certo dentro do que deu e ainda  adoramos ouvir outros pontos de vista!

Podem esperar mais coisa ainda entre esse mês e o mês que vem, pois esse blog, que foi condenado e chamado de absurdo desde sua criação, vai completar um ano, e nós queremos fazer algo a respeito!!
Mar
19
Sedimentar uma base e evoluir: Mais um passo para o Teia de Jogos
Essa semana o Studio ganhou algo que nós queríamos ter desde o começo, e que para muitos é uma dos sintomas de que as coisas realmente estão dando certo: mandamos nosso primeiro material gráfico de divulgação para produção.

Pode parecer pouco e muitos vão dizer “nossa, eles não tinham dinheiro para isso?” “Como pode querer cartão e essas coisas investir antes?”.
Podem ter certeza, eu ouvi muito disso. Dentro do Studio inclusive.
A ideia de começar o Teia de Jogos e ver no que dava sempre foi maluca, e foi criada para ter o mínimo de impacto negativo na vida dos envolvidos possível caso desse errado. E foi crescendo, se adaptando às necessidades que víamos e aos interesses daqueles que se envolveram.
Nós tomamos a causa do PNP como nossa. Torná-lo algo viável para o nosso mercado, mudar o ponto de vista de editoras, de jogadores e designers. Pouco a pouco, com a ajuda dos que vieram antes da gente, com aqueles que estamos ajudando a debutar no mercado, todos juntos, estamos fazendo o Teia de Jogos crescer.
Por isso temos orgulho de termos feito nosso material gráfico com as contribuições dos nossos padrinhos.
A decisão de disponibilizar jogos de outros autores e editoras mesmo, é um excelente exemplo de mudança que não estava no escopo inicia, mas que se fez mais do que bem vinda.
Falando nisso, me deixa parar de divagar e contar para vocês das novidades e da mesa de desenvolvedores amanhã.

Dois jogos da Coisinha Verde e a mesa de amanhã

Hoje estamos acrescentando ao nosso acervo dois links de jogos da Coisinha Verde, do querido Tiago Junges. Malleus é um dungeon crawler PNP super interessante. Simples, divertido e com três aventuras já disponíveis, ele oferece tudo aquilo que você precisa para se divertir e ainda existe a chance de você conseguir criar suas próprias aventuras eventualmente!(BAIXE AQUI)
E Motim Pirata, o dice game, você está tentando tomar o barco pirata do capitão atual enquanto recruta outros piratas para sua causa e assassina os piratas adversários. Com uma jogabilidade simples e divertida, é o tipo de jogo para disputar com os amigos enquanto aproveita uma cerveja, já que não possui nenhum tipo de papel. Sim, um PNP sem nada para imprimir… (BAIXE AQUI)
Sobre a mesa de desenvolvedores, durante o Lab jogos de amanhã, esperamos contar com o máximo de presenças femininas possível, infelizmente nenhuma das nossas convidadas confirmou presença, mas estamos abrindo aqui para que todas vocês compareçam!

O evento será no McDonald’s da Rua Teodoro Sampaio, 430. A mesa está prevista para iniciar às 15:30.